terça-feira, dezembro 19, 2006

Ícaro

Deixei acumular certas pedras no caminho...
Hoje, bela montanha!
Daqui do topo a vista é.
E eu sou.
Abro os braços ,
Meu exercício de liberdade, meus limites, minhas dimensões.
Trago o peito aberto e o sonho de Ícaro pulsando...
Todo campo é simbólico.
E toda vida em meus vôos.
*
*
Cecília Braga

Um comentário:

Elenita disse...

uau =)
vc me lembrou um trechinho que li no blog na Cássia... qdo republicar te aviso...

beijão! =***