quarta-feira, dezembro 06, 2006

Phréatique

Re-vira-volta, madrugada que se embola em meus lençois. Inquieta.
Certos dias não têm pressa pra nascer...Inquieto-me.
E a noite geme... dores do parto, angústia de quem espera
Rompe a manhã, rasga o véu, chora orvalho...sol nas-céu.
É com alegria e medo que tenho o dia nas mãos...
Olho no olho...Assombro!O dia pede muito mais de mim!
E, por Deus! Eu quero dar-me toda...
Para vê-lo degradê-cer na noite que me receberá exausta em seus braços...
Vai-vem, embalo que me re-vigora a alma.
A-cor-dada... ver-de-novo dia que me enlaça e me convida a deixar os meus lençois...freáticos
porque toda gota d'água quer mesmo é des-aparecer no mar....nesse vai-vem das ondas.
*
*
*
Cecília Braga

Um comentário:

Jamille disse...

Eh...a cada dia que passo por aqui, nao diria que me surpreendo, pq sei o potencial que Cica tem, mas diria que fico altamente feliz em poder ler o que ela escreve com a alma...
Feliz somos nos que temos o prazer de compartilhar com tao sabias e belas palavras...
Cica, seu blog esta perfeito!E a cada dia que passa a perfeicao so aumenta, ja andei lendo alguns blogs e nenhum tem a potencialidade de sentimentos que o seu tem, nao eh pq vc eh minha prima mas esta simplesmente,PERFEITOOOO!
Escreva sempre, nos de esse prazer por favor!
As editoras estao lhe perdendo...
Bjus sinceros, te amo!
Sua meia irma,
Jamille