sexta-feira, dezembro 08, 2006

Maluco Beleza (Trailer)


O MOVIMENTO ANTIMANICOMIAL

Entender a estrutura manicomial como desumana, ineficiente por seus resultados desastrosos, constitui apenas um dos aspectos a considerar. Quando pensamos em fulminar um movimento com o objetivo de esfacelar estruturas que foram lentamente construídas num processo de exclusão, é imprescindível para seu desenvolvimento satisfatório, compreender aspectos que foram e ainda são determinantes na sua construção. A produção da loucura que aparece em alguns, não pode ser observada por um processo interno apenas, como se fosse algo que o indivíduo individualizado carrega nos ombros, isolado do contexto em que foi produzida. É preciso alertar sobre a necessidade do coletivo e do indivíduo como parte do coletivo na produção desse processo, seus mecanismos estruturantes e a necessidade de eterniza-los nos muros do modelo manicomial que ao mesmo tempo que é excludente, é vestido com a roupagem de protetora dos doentes mentais, desculpabilizando o coletivo. É ainda mais, o que acontece dentro desse movimento, como parte desse coletivo que grita por uma mudança, questionando a institucionalização da loucura? É preciso para termos o sucesso desejado, ao abrir as portas do hospital para integrar o indivíduo para a comunidade, compreender a complexidade dos aspectos determinantes dessa história que queremos mudar. Somente assim, teremos respaldo para lançar mão de instrumentos eficientes para promover uma verdadeira reforma nos modelos legitimados.

Laeuza de Farias

Porque "de perto ninguém é normal" e você também pode ser recolhido a Casa Verde...
Faça parte desse movimento!

Um comentário:

Midy disse...

Pq de perto ninguem eh normal??

uia so se for tu ne doida??

pq eu sou normal ate d+!

hauhauahuahuahauhauahauhauahua..


bjão!

TE AMO (nao se empolgue com meus elogios)
rsrsrsrsrsrsrsrssr